Imagem 1 Imagem 2 Imagem 3

FBC

Saúde contra a hipertensão

“SAL AUMENTA A PRESSÃO. NINGUÉM MERECE TRABALHAR SOB PRESSÃO”

A prevalência estimada de hipertensão no Brasil atualmente é de 35% da população acima de 40 anos. Isso representa em números absolutos um total de 17 milhões de portadores da doença, segundo estimativa de 2004 do Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE). Cerca de 75% dessas pessoas recorrem ao Sistema Único de Saúde (SUS) para receber atendimento na Atenção Básica. Para atender os portadores de hipertensão, o Ministério da Saúde possui o Programa Nacional de Atenção a Hipertensão Arterial e Diabetes Mellitus. O programa compreende um conjunto de ações de promoção de saúde, prevenção, diagnóstico e tratamento dos agravos da hipertensão. O objetivo é reduzir o número de internações, a procura por pronto-atendimento, os gastos com tratamentos de complicações, aposentadorias precoces e mortalidade cardiovascular, com a conseqüente melhoria da qualidade de vida dos portadores.

HIPERTENSÃO ARTERIAL O QUE É?
É quando a pressão que o sangue faz na parede das artérias para se movimentar é muito forte, ficando o valor igual ou maior que 140/90 mmHg ou 14 por 9.

QUEM TÊM MAIS RISCO DE FICAR HIPERTENSO
Quem consome mais bebida alcoólica
Quem tem hipertenso na família
Quem está com excesso de peso
Quem usa muito sal na alimentação
Quem é diabético
Quem não tem uma alimentação saudável
Pessoas da raça negra

COMO TRATAR A HIPERTENSÃO
Evite ficar parado. Caminhe mais, suba escadas em vez de usar o elevador
Diminua ou abandone o consumo de bebidas alcoólicas
Tente levar os problemas do dia a dia de maneira mais tranqüila
Mantenha o peso saudável. Procure o profissional de saúde e peça orientação quanto a sua alimentação. Compareça as consultas regularmente. Não abandone o tratamento. tome a medicação conforme a orientação médica.
Tenha uma alimentação saudáveL
Diminua o sal da comida

POR QUE É IMPORTANTE SABER SE VOCÊ É HIPERTENSO
Porque a hipertensão arterial ou pressão alta, quando não é tratada, é o principal fator de risco para derrames, doenças do coração, paralisação dos rins, lesões nas artérias, podendo também causar alterações na visão.

Fonte: http://portal.saude.gov.br/portal/saude/visualizar_texto.cfm?idtxt=23616&janela=1